Notícias

Mudanças na rotina – Cozinhar em casa está cada vez mais presente na rotina do brasileiro

Em meio à pandemia do coronavírus e às medidas de distanciamento social, muitos brasileiros optaram por iniciar ou aumentar a prática na cozinha. O ambiente se tornou refúgio da população, abrindo espaço nos corações dos jovens, adultos e idosos, que fecham os olhos, respiram fundo e sentem o coração acalmar ao inspirar o cheiro da sua própria comida caseira. 

 

Um levantamento feito pela empresa inglesa de mercado GlobalWebIndex com dezessete países mostrou que um terço dos brasileiros passou a cozinhar desde o início da quarentena – e que estão se alimentando de forma muito mais saudável. Essa afirmação se mostra ainda mais clara porque, com distanciamento durando mais do que o imaginado, deu-se urgência total às atividades domésticas, deixando de lado o delivery – que não é uma opção diária possível para aqueles que querem guardar dinheiro e não têm muito apreço pela cozinha – e voltando-se para a economia da comida feita em casa. A prática também levou os brasileiros a refletirem sobre a procedência dos alimentos, que os fez ser mais críticos na ida ao mercado para escolher seu novo cardápio. 

 

Além dessa mudança, falar sobre comida é uma das formas que as pessoas adquiriram para passar o tempo nas redes sociais e conectá-las umas com as outras durante o distanciamento, em que as reuniões e jantares deram lugar para as ligações de chamada de vídeo. Esse novo método de comunicação também abriu portas para que as pessoas pudessem realizar atividades em conjunto – por quê só falar sobre pratos quando se pode cozinhar em conjunto?

 

Que tal você preparar o seu produto preferido da Massas Scatolin juntamente de uma(o) amiga(o) ou familiar, enquanto ela(e) também cozinha durante uma chamada de vídeo? Em tempos difíceis, achamos novos jeitos de nos reinventar. Pratique você também!

Categorias:

Confira também:

10 provas de que cozinhar é terapêutico

A história do macarrão

Aprenda a fazer pastel de pizza